ROBERTO CARLOS
Sou do tempo em que a gente se sentava debaixo de uma árvore no interior de Minas e com um radinho de pilha ligado ficava ouvindo as músicas românticas do rei Roberto Carlos. Passados tantos anos, ainda hoje se ouve, mas hoje é diferente, não tem mais aquela beleza, pureza e inocência. "Jovens tardes de domingo, tantas alegrias, velhos tempos, belos dias". O vento batia, o sol se escondia e a música-poesia abraçava o cenário. Era quase um sonho, era lindo de se ouvir e sentir. O romantismo era real e a vida ficava plena de sentimentos. Tantas músicas, tanto encanto e a gente cantava junto e se emocionava. Mas o tempo passou e até hoje, com quase 80 anos vividos, bem vividos, ainda se pode ver e ouvir o Roberto cantar. Muita emoção vivida, muita alegria sentida dentro de uma vida que exalava amor e pureza. Muita coisa mudou, muitos sonhos ficaram pra trás, mas ainda se pode ouvir o som que ecoa e ressoa com a mesma potência e o mesmo sentimento. Sou desse tempo e ainda recordo como era gostoso aquele tempo que não volta mais.
(30-06-2020)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZONA RURAL

POEMA DA LAVADEIRA

DIGA NÃO AO TABAGISMO, DIGA SIM Á VIDA!