segunda-feira, 29 de maio de 2017

SIM E NÃO 
Sim e não, não e sim.
Duas palavras antagônicas
que dizem a mesma coisa 
de forma diferente.
Enquanto uma afirma a outra nega.
Uma se apega e a outra renega.
A vida é cheia de sins e de nãos
que determinam os nossos passos, 
nos afastam e nos dão abraços,
cada uma com a sua cor,
com o seu gosto, o seu calor. 
Isto posto, pode-se dizer que vivemos
entre afirmação e negação, 
entre o sim e o não,
entre o afastamento
e a rendição.
Ente o coração
e a razão. 
Entre o carinho
e a emoção,
entre o sim e o não.

 (29-05-2017)
POESIA
Poesia é momento,
é um trem em movimento,
é redemoinho, é vento,
escrever em prosa e verso,
é rodear o universo
sem sair do lugar.
Poesia é riso,
é choro, é paraíso,
quase sempre estar perdido,
é se achar, ser recebido,
ser bem quisto, ser amado.
Poesia também é lamento,
sorrir e chorar por dentro,
dormir e acordar ao relento
sem ao menos ter sonhado.
Poesia é acalanto,
é beleza, é encanto,
cada um chorar seu tanto
vendo a vida se passar...
Poesia é mistério,
é um caso muito sério
que não posso revelar.
Cícero Alvernaz (autor) 29-05-2017.

domingo, 28 de maio de 2017

POESIA
Poesia é pouco curtida porque fala de vida,
mostra a ferida, a alma partida,
mostra a flor no deserto, o amor que não deu certo,
encara de perto e não se intimida. 
São poucos que conseguem adentrar ao seu recinto,
ver, rever e conhecer seu lado tinto,
forte e temido como a morte.
Mas a poesia fala de vida, vida real,
social, desigual, repartida.
Vida que não se intimida
diante da loucura suicida.
Cícero Alvernaz (autor)

sábado, 27 de maio de 2017

                          A SITUAÇÃO DO BRASIL ESTÁ CADA VEZ PIOR

            O que está acontecendo hoje com o Brasil é o que os militares conseguiram evitar que acontecesse em 1964. Os militares, através da força, conseguiram evitar que o Regime Comunista fosse instalado no Brasil naquele ano defendendo a nossa democracia e a soberania do País. Igualmente, muitos países sul-americanos conseguiram manter-se fora deste regime que na época ameaçava dominar o mundo a partir da União Soviética. Considerando a situação do Brasil hoje pode se imaginar como estaria o nosso País se esse regime fosse instalado aqui há 53 anos. Provavelmente, o Brasil hoje seria uma imensa Cuba, ou uma Venezuela em tamanho bem maior. É um caso a pensar e a refletir. Se em pouco mais de 14 anos fizeram tudo isto, imagina o que não fariam em 53 anos!
            Hoje a situação está assim: está totalmente fora de controle. Manifestações, muita violência, fogo, quebra-quebra e muita gritaria de esquerdistas com medo de perder o poder e as benesses deste governo que, na verdade, não saiu do poder, pois ainda domina grande parte da sociedade e tem focos espalhados por toda parte, desde as universidades até o campo passando por partidos aliados, igrejas e associações, além de sindicatos. Na verdade, todos esses citados estão unidos contra o que sobrou do País depois da destruição impiedosa de nossa economia, que quase acabou com importantes estatais. Esse é o preço que o Brasil paga por ter permitido a ascensão do comunismo ao poder no País. A gritaria é geral. Dizem que na casa onde não tem pão todos reclamam e ninguém tem razão. Esse é o retrato atual de nosso querido Brasil.
            O comunismo, na verdade, não deu certo em nenhuma parte do mundo. Hoje existem focos em países que ainda insistem em manter esse Regime que hoje recebeu a roupagem de Socialismo. A União Soviética se espatifou, a China não é mais comunista e por isto é hoje um País rico e desenvolvido. Existem apenas alguns sintomas do Comunismo em algumas ditaduras sul-americanas, além de Cuba, Coréia do Norte e alguns países africanos. Não há mais lugar para regimes fechados e autoritários, que vivem uma economia atrasada e atrelada ao Estado. No Brasil, a situação é ainda pior, pois aqui existe uma corrupção endêmica que suga grande parte do dinheiro das estatais e cria mecanismos para favorecer enormemente a classe política. O Estado está doente e inchado, é grande, mas não é competente no gerenciamento de suas contas. Todo mundo diz que é preciso cortar gastos, enxugar e diminuir o Estado, mas ninguém tem coragem e competência para fazer isto. Se antes era ruim, agora com a mentalidade comunista tudo ficou pior. O PT chegou para acabar ou enfraquecer tudo com a sua política social fora do contexto da realidade e montou um time voraz, corrupto, com o aval de vários partidos viciados, dispostos apenas e desviar recursos. Aos poucos, fomos chegando ao fundo do poço e essa mesma turma quer continuar no poder. Parece prosaico, mas só Deus pode resolver a situação penosa de nosso País. Nunca votei no PT, não sou comunista, mas posso dizer que criamos um monstro e agora não sabemos como destruí-lo. Alguém tem a receita?


Cícero Alvernaz, aposentado e jornalista.
NOTA DE FALECIMENTO
Faleceu hoje por volta das 14 horas
A senhora Educação Pública.
Morreu de morte súbita
E deixou muitos na orfandade,
Mas não deixou saudade
Apesar de seu pomposo nome: Educação.
Morreu vítima de várias doenças
Incluindo problemas do coração,
Também distúrbios mentais
E outras doenças mais
Que tiveram o seu agravamento
Com o passar do tempo.
Faleceu hoje a senhora Educação Pública
Que estava doente desde a Proclamação da República
E ultimamente teve o seu quadro agravado
Devido às muitas mudanças
E um ataque de incompetência.
Morreu já idosa
E extremamente teimosa,
Por insuficiência.
A extinta está sendo velada
No Edifício Progressão Continuada
Que fica na Rua Inclusão Social
No Bairro da Municipalização.
Todos são convidados para o enterro
Que, se não houver nenhum erro,
Será amanhã na parte da manhã.
Os parentes enlutados
Agradecem sensibilizados
Por este ato de piedade cristã.
Cícero Alvernaz (Membro da Academia Guaçuana de Letras)
Mogi Guaçu, 22 de novembro de 2007.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

QUANDO DUAS PESSOAS SE APAIXONAM
Quando duas pessoas se apaixonam
esquecem do dia, misturam saudade com alegria,
entendem que tudo é poesia
e passam os dias contando estrelas.
Quando duas pessoas se apaixonam
perdem a noção do que é ser e ter,
do que é fazer e depois se arrepender.
Enfim, esquecem de viver
e começam a morrer. 

(Cícero Alvernaz)

quinta-feira, 25 de maio de 2017

POR QUE OS POLÍTICOS BRASILEIROS SÃO TÃO RUINS?
Os políticos brasileiros, com raríssimas exceções, são muito ruins. Os antigos costumam dizer que naquele tempo não era assim. Será? Os nossos políticos se dividem em três classes ou categorias: Os péssimos, os ruins e os mais ou menos. Bom eu acho que não tem nenhum. Mas tem alguns que são péssimos dos péssimos. São os chefões, bandidões que lideram tantos outros menos escolados. Nem precisa citar nomes, pois os nomes deles estão por aí na imprensa e na boca do povo. Os ruins são muitos, creio que sejam a maioria e os mais ou menos são poucos, geralmente são aqueles que, por algum motivo, ainda não tiveram oportunidade de "mostrar as unhas". Eu não tenho políticos de estimação, não defendo este nem aquele, mas procuro ser coerente e acreditar que nem todos são péssimos, nem todos são chefes de quadrilhas. Mas, por que eles são assim? Sem dúvida, uma parcela da culpa é do povo que, na maioria, não está nem aí pra política. E os piores são aqueles que se manifestam quebrando e pondo fogo em tudo. Esses são tão bandidos ou ainda piores do que os políticos. Para se manifestar não é preciso quebrar nada, destruir o patrimônio público e levar surra de policiais, que não fazem mais do que a sua obrigação. Se protesta com a razão, com a bandeira da Nação e não com selvageria como se viu em Brasília no dia de ontem (24 de maio). Os políticos são ruins, mas o povo, em grande parte, pode ainda ser pior. Muitos colocam uma roupa vermelha e saem por aí quebrando tudo. E depois reclamam dos políticos... (25-05-2017).
UM NOVO DIA
Um novo dia
é uma festa, é uma fresta,
é uma colheita, é uma receita,
é uma clareira, é uma cadeira,
é uma esperança, é uma dança,
é um achado, é um bocado,
é um pedaço, é um abraço,
é um pedido, é um sentido,
é um momento, contentamento.
Um novo dia
é mais que um verso: é poesia,
é se achar, é se encontrar.
Um novo dia,
é só bondade, realidade,
é Deus olhando e te entregando
um nova oportunidade.
25-05-2017.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

ESCUTA MINHA VOZ
Escuta minha voz
no meu silêncio,
nos gestos manifestos,
nos olhares tristes,
no caminhar que insiste
mesmo quando bate o cansaço.
Escuta minha voz tão mansa
como a voz de um idoso
ou de uma criança
que soa como a canção
de dentro do coração
e implora e chora
em forma de oração.
Escuta minha voz
no meu momento
enquanto passa o vento
e me leva junto
e leva o meu assunto,
minha prece e meu verso,
esse verso singelo
e ao mesmo tempo tão belo
que eu amo escrever.
Escuta, por favor, escuta,
no meu silêncio minha voz
que se vai de mim veloz
e alcança tristonhos corações.
Escuta minha voz,
meu som estremecido,
meu choro, meu gemido,
por favor, te peço e imploro,
por vezes até choro:
Escuta minha voz!
Cícero Alvernaz (autor) 24-05-2017.
A MÃE CAMINHA...
A mãe caminha na sua estrada,
Leva no peito a saudade do filho,
Vai no seu rumo preocupada
Como quem segue para o exílio.
O filho longe, porém esquece
Da mãe que nele vive a pensar.
Vive a vida, trabalha e cresce,
E nem se lembra do velho lar.
A mãe quieta, às vezes chora,
Pensa no filho, pensa na vida,
Caminha só estrada a fora,
Faz sua prece tão comovida.
A mãe caminha na sua estrada
E vai seguindo bem devagar...
Pensa no filho, chora calada,
Segue seu rumo sem reclamar.
Este, amigos, é um retrato,
Que na moldura se pode ver.
Não é apenas simples relato
Que alguém um dia quis escrever.
Cícero Alvernaz (27-04-2007)
Mogi Guaçu, SP.
PUXÃO DE ORELHAS
Quem nunca levou um?
Eu já levei mais do que um
tanto no sentido real,
a cores e ao vivo
quanto no sentido subjetivo.
Puxão de orelha é comum,
todo mundo levou pelo menos um
e quando alguém nos puxa a orelha
ela fica toda vermelha
e a gente não esquece
nem do dia e nem da hora,
tem gente que até chora,
fica bravo e reclama,
mas nada pode fazer.
Mas é simples de entender
e é fácil de guardar:
para isto não acontecer
é só a gente se comportar.
Cícero Alvernaz (autor) 22-05-2017.

SIM E NÃO  Sim e não, não e sim. Duas palavras antagônicas que dizem a mesma coisa  de forma diferente. Enquanto uma afirma a outra neg...