A FORÇA DO VENTO
A força do vento
despedaça o tempo,
desfolha árvores,
demole prédios,
derruba pontes,
quebra vidraças
e aos vidros estilhaça,
entorta o ferro,
derruba a porta
e a entorta
com sua força.
A força do vento
destrói o muro,
brilha no escuro,
carrega tudo
e segue mudo
com seu ruído,
com seu gemido,
com sua fúria.
A força do vento
abre cratera,
persegue a fera
e a faz correr,
voa no espaço
como um abraço
de quem se ama,
de quem se quer,
de quem deseja
esta peleja,
este troféu.
A força do vento
vem num momento,
num movimento
balança a terra
e treme o céu.
Cícero Alvernaz (autor)
01-03-2020.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZONA RURAL

POEMA DA LAVADEIRA

DIGA NÃO AO TABAGISMO, DIGA SIM Á VIDA!